quarta-feira, novembro 06, 2013

Rapidinhas

Ontem meu guarda-chuva novo quebrou, acho que ficou chateado de haver se molhado tanto. Chegamos à época em que chove todos os dias e estou de novo desprotegido.

* * *

Na biblioteca da faculdade, ontem, só podia pegar livro emprestado deixando documento. Meu amigo retirou um livro para usar em sala de aula, a bibliotecária foi pra casa e ele quase ficou sem a carteira de motorista. Sorte que a moça lembrou e voltou.

* * *

Estava muito difícil resistir ao impulso de comprar um novo celular. Precisei apelar para o mais fundo da razão. Eu não preciso de um telefone novo. Não preciso. Não preciso. (sim, é assim que a minha razão profunda funciona, feito uma criança de cinco anos ao contrário [porque uma criança de cinco anos quereria um maldito telefone novo]).

2 comentários:

Milla Pupo disse...

Hahahah eu sei bem como é lidar com o impulso de querer algo, frequentemente eu repito mentalmente "eu não preciso disso, não preciso" até me convencer.

Tales Gubes disse...

O meu medo é não conseguir e ter um cartão de crédito prontinho ao meu lado hahaha!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...